terça-feira, 17 de novembro de 2015

Paradoxos

É possível o início ser o fim? O todo ser maior que a soma de suas partes? O sim e o não serem ambos uma resposta correta? O menos pode ser mais?
Chamamos situações como essas de Paradoxos, pois apresentam contradições que fazem um pensamento racional parecer louco.
Vejamos alguns paradoxos encontrados no site www.somatematica.com.br:
 
 
Paradoxo de Deus
 
Se Deus é onipotente (pode fazer tudo), pergunta-se:
 
Ele pode criar uma pedra que ele não possa erguer?
 
Se não pode criá-la, não é onipotente.
 
Se pode, então também não é onipotente, já que ao criá-la estaria originando algo que não poderia fazer (levantar o que tinha criado).
 
 
Paradoxo do Pinóquio
Imagine o Pinóquio dizendo a frase:

"Meu nariz vai crescer agora."

Neste caso, duas hipóteses, igualmente válidas poderiam acontecer:

1) O nariz de Pinóquio não cresce. Então ele disse uma mentira, portanto, o nariz deve crescer;
2) O nariz de Pinóquio cresce. Então ele disse uma verdade, portanto, o nariz dele não tinha motivo para ter crescido.

Em ambos os casos, seria gerada uma contradição, pois, se o nariz cresce, ele não deveria ter crescido e, se não cresce, deveria ter crescido.

Buracos no queijo
 
O queijo suíço tem buracos.
 
Assim, quanto mais queijo, mais buracos. Ok?
 
Porém quanto mais buracos, menos queijo.
 
Logo, quanto mais queijo, menos queijo!
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradeço seu comentário. Responderei o mais breve possível.